sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Notas: (Não esquecer)

... como sou feliz ao seu lado!
... como você é carinhosa, quando quer
... como é muito melhor a vida "sem desassossegos grandes".

Não esquecer do prazer!
... de relaxar todo o meu corpo no seu abraço
... de esquecer todas as coisas quando apertada ao seu corpo
... que na pele do seu corpo consigo me molhar no suor quente que emana dos seus poros

Enroscada às suas pernas!
... mergulhar em seu ventre sem pressa, sem pudor.
... sugar você e você tremer na minha boca
... na minha língua, seu ritmo sexual enlouquecer

Não posso esquecer!
... da delícia de beber você
... sentir teu líquido na garganta
... arrepiar você e você me arrepiar.

Amaciar você numa massagem!
... tocar seu corpo inteiro com as mãos atentas
... amassar você, te apertar
... deslizar o meu peso na sua pele molhada

Acordar ao seu lado!
... sem qualquer receio
... sem qualquer lamento ou arrependimento
... sem qualquer intenção de manipular seus sentimentos e toda a situação

Pedir perdão fazendo amor.

Abrir os olhos com você dormindo ao lado!
... e acompanhar minha mão direita acariciando suas costas
... sem você ver, velar seu sono
... sem você saber, chorar individualmente que você me inspira um lindo fim.


terça-feira, 9 de agosto de 2011

mas vou fazer você chorar


As pessoas que conseguem lembrar tudo o que já foi dito formarão uma opinião a respeito e mesmo que isso seja o que menos importa, é o que mais distingue uma nova (e mais uma) mudança de postura. Não sentir saudade de cigarros. Incorporar-se tanto ao movimento, quase que se distraindo... se distrair e não sentir saudade de cigarros. Movimentar o corpo e deixar o corpo cansar e descansar o corpo. Equilibrar a falta do próprio ser, que (sem sentimentalismo) está longe de ser puro. Canalizar carinho para o coração não subtrair as lembranças da vida, que (sem sentimentalismo) estão longe de serem puras. Converter idéias em movimento sem sentir saudade de quem fora e de quem quer que seja. Nesta partida, ir embora é aceitar recomeçar, e se é para eu andar para frente, eu vou levar você comigo, sem sentir saudade de quem fui e dos cigarros. Insisto na nossa doçura.