segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Introdução ao Livro Livre

Olá a todos que visitam pela primeira vez este blog. Digamos que ele é um presente que eu mesma estou me dando, uma vez que hoje, por coincidência, é meu aniversário de 25 anos e digamos que é um presente também a todos os meus amigos leitores que me questionaram muito sobre a exclusão do brisaisa.blogspot (Imaginário Elástico) meu blog anterior que existia desde 2003 e durou até o início de 2009.

Para quem quis saber o motivo do fim: deletei o blog porque havia, literalmente, too much information sobre minha vida e não apenas sobre meu trabalho como escritora, estava tudo muito exposto ao longo dos anos. Quando me atinei a isso consultando todas as postagem que já haviam sido feitas, percebi que daria trabalho demais peneirar quais posts ficariam e quais deveriam ser deletados. Daí deletei tudo, mas tempos depois me arrependi. Escrever é um delicioso ofício, e compartilhar tal ofício é um dos meus vícios.

Mas, de fato, haviam muitos textos naquele blog do qual eu me orgulhava muito, alguns premiados em Bienais, outros dedicados a pessoas especiais, outros explosivos, outros que só ali existiram pois foram criados de forma espontânea entre uma postagem e outra, haviam muitas fotos, muitos comentários legais de amigos muito atenciosos... no entanto, houve um momento em que senti que aquele conteúdo não estava me representando mais, eu armazenava tudo ali há anos, mas chegara o momento de organizar a vida virtual, literalmente. Principalmente a vida literal.

Bem, e é aqui que chegamos Num Livro Livre. Um projeto de conteúdo perigoso, indecente e delicioso como o próprio slogan diz, cuja intenção é chamar sua atenção, e compartilhar com você meus insossos e explosivos sentimentos em forma de textos, versos, crônicas e letras de música, que podem lhe soar semelhantes. Só colocarei aqui escritos próprios, portanto, se quiseres compartilhar o conteúdo lido aqui, certifique-se de compartilhar também a fonte e o nome da autora.

Seja bem vindo e por favor, volte sempre que estiver sozinho, com paciência e disposição para devorar e refletir sobre estes escritos! Beijos carinhosos a todos os amigos.


Atenciosamente,

Isabel



Nenhum comentário:

Postar um comentário