segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Seja Sensível

eu queria ter a capacidade de canalizar toda a minha inteligencia.

amamos coisas e temos vícios
temos indícios e histórico
temos conflito e grito
a leitura da alma nos elucida
canalizar pedir
resposta

amamos
manhãs
acordados
sombrios
sóbrios
enlouquecidos

ser sensível
eu sou um ser sensível?
de pensar nisso lembro
das amizades que não fiz
dos meus preconceitos
da minha mediocridade
como pecadora e vítima

essa manhã esteve aqui este tempo todo e eu não vi, e eu estava presente a maior parte do tempo! Nunca dediquei uma manhã a uma manhã como esta.

O Senhor Deus me guie, eu acredito em ti.

Um momento faz-se uma escolha, outro momento és descartado.

Dispensado desligado
Tranquilamente envolta por uma manhã de uma quinta dessas sem categoria.

Eu estou preparada para pagar pra ver de novo
Eu já paguei pra ver uma vez (várias)

Eu tenho a chance de deixar tudo em paz e recomeçar um momento que se prevê em sonhos. Uma vida de buscar o sonho que a vida guia. Uma loucura de fechar uma porta e se abrir uma janela com roldanas.

Um giro de peito aberto
cabe declaração de amor e tudo na despedida.

Eu não tive tempo de ser menos exigente...
E não tive tempo de não ter temor às coisas...

Enquanto isso,
não tenho compromissos com ninguém.

Um vulto pausa-espaço
uma pausa de mim-mercado
uma repulsa de mim
por um espasmo,
por uma palavra que escrevi e não quis apagar.

Apaziguar a tristeza de ser usado, quando se usou também mas, é necessário se usar um pouco dada essa burocracia de merda.

Somos gratos, muito obrigada mesmo.

Não ignore uma música que lhe chame a atenção.
Seja sensível.

Em uma destas manhãs,
abra a porta e a janela
e ouça esta manhã.

Da minha janela eu vejo os montes mudando de cor, estão vermelhos-fotografia
E o sol vermelho chega quentinho enquanto o nariz está frio.

Todas essas palavras são capítulos intermináveis do silêncio da minha alma.

A alma é eterna...

Nenhum comentário:

Postar um comentário