terça-feira, 22 de março de 2011

Eu me sinto mais mulher e muito melhor sozinha num quarto de hotel


Passaram-se oquê?! 3 meses?! E agora você me procura depois desse tempo... Eu tenho quase certeza que você se arrependeu de ter desistido do que a gente sentia. Dentro do nosso desacordo entre o permitido e o banido, eu gostava do seu cheiro Floratta in Blue (que é um diferencial pra merecer meu carinho mais aprumado), você tinha o cheiro, a pinta gostosa na boca e acho que parava nisso. No mais, tudo eu fantasiei, tamanha ausência de amor que me habitava, amor, do amor que eu queria e que não me habitou. Eu me iludi na dificuldade de te ter, me entreti no interesse de conquistar você, eu achei que estava perdidamente apaixonada, achei que você era muito mais, e você não era, meus olhos que brilhavam demais pro amor e eu me via refletida, e era o reflexo do que eu queria e não do que eu realmente tinha com você. Eu estive plantada na palma da sua mão, e você simplesmente não soube amar alguém sensível como eu.

E aí você liga e diz: "Disse que não ia mais ligar e não ligou mesmo hein!? Eu gosto disso." 

Gosta de quê? De ser completamente louca.



ICMT 23-03-11
Foto: DayRell BH / quarto 511


Nenhum comentário:

Postar um comentário