quarta-feira, 9 de maio de 2012

Amigas se comem

às amigas que comem, a fila anda
e a fama, que porra de fama
a fila nem anda,
- pausa na fita - 
que porra de laço difícil! 

um nó pelos passos
assim é que o dizem
que passa e lhe traçam
- um rastro de cinza, rasura da fama
encostam-se os braços.

colorido é, se fazer feliz.
eu sou do abraço!
que porra de laço difícil!
que porra de fama!
que porra de porra meu!

coma as amigas certas, fica um conselho.



Um comentário: